Email marketing para escritores

Imagine poder entrar em contato com as pessoas que têm maior potencial para comprar seus ebooks de maneira personalizada, porém automatizada. Com as listas de email, isso é possível.

O email é uma das formas mais pessoais de se comunicar com o público. O endereço de email de uma pessoa é uma informação privada, que não é divulgada em qualquer lugar. Ainda que o conteúdo seja padronizado, cada mensagem enviada por email tem o potencial para parecer uma comunicação exclusiva entre duas pessoas.

Ao conseguir uma inscrição na sua lista de email, você ganha a oportunidade de construir uma relação de confiança e fidelidade com um leitor, otimizar as vendas, ganhar visibilidade e até mesmo receber mais visitas em seu site ou redes sociais, caso você as utilize.

É a sua chance de tornar um consumidor em potencial ou leitor de primeira viagem em um fã, que acompanha todas as suas novidades em primeira mão através dos emails.

O que é preciso para ter uma lista de emails?

Existem diversas ferramentas específicas para a execução do email marketing. Elas garantem a você a possibilidade de criar formulários de inscrição e listas de email, enviar mensagens personalizadas para cada lista, entre outras funcionalidades que seriam muito pouco práticas sem o auxílio de uma ferramenta.

Uma das opções é o MailChimp, uma ferramenta de email marketing gratuita para contas com menos de 2000 inscritos. Para utilizar, basta acessar o site e se cadastrar. Não há necessidade de baixar aplicativos.

O site do MailChimp conta com diversos manuais e guias para os usuários. No entanto, o conteúdo só está disponível em língua inglesa, o que pode dificultar o uso dos brasileiros.

Uma lista para cada tipo de leitor

Ao criar uma conta em alguma ferramenta de email marketing, você poderá criar listas de emails específicas para os seus leitores. É bom ter uma lista geral, mas sempre que possível, considere diferentes categorias nas quais o seu público pode se encaixar e crie listas específicas, para personalizar o conteúdo.

Vamos supor, por exemplo, que você tenha uma estratégia de marketing de conteúdo completa. Ou seja, você investe em redes sociais, site, blog e muito mais. Um usuário inscrito que só conhece o seu blog é diferente de um leitor fiel dos seus ebooks.

Ainda que a sua intenção seja fazer com que todos os usuários comprem seus ebooks, você deve reconhecer que cada indivíduo está em uma etapa diferente dessa jornada cujo objetivo final é se tornar um leitor fiel.

Ao aceitar essas diferenças, você pode criar mensagens personalizadas que terão o maior impacto possível em cada leitor com base na categoria em que eles se encaixam.

Como conseguir inscritos?

Adquirir o endereço de email de um leitor não é um direito, é um privilégio. Trata-se de uma informação pessoal, que permite que você se comunique diretamente com o indivíduo.

A maioria das pessoas teme que, ao se inscrever em listas de email, suas caixas de entrada ficarão lotadas de spam. Isto é, mensagens inconvenientes e desagradáveis, sem utilidade alguma para o usuário.

Ao conseguir um inscrito em sua lista, você deve ver esse ato como um voto de confiança. Decepcione seu leitor e perderá um inscrito. Afinal, todos têm o direito de cancelar a assinatura.

Em geral, para convencer os usuários a se inscrever em uma lista de emails, é oferecido algo em troca da inscrição. Assim, o indivíduo sente que conseguirá algo vantajoso e tudo o que precisa fazer é digitar seu email.

No entanto, entramos em um problema: nem sempre as inscrições obtidas serão de qualidade. E o que define essa qualidade?

Qualidade antes de quantidade

Uma inscrição de qualidade é aquela que tem o maior potencial para gerar vendas. No mundo da escrita, trata-se dos usuários que realmente querem ler seus ebooks e consumir seus produtos em geral.

Não adianta ter uma lista de emails com 100.000 inscritos se só 10 usuários tem interesse nos seus conteúdos. Melhor seria uma lista com 100 inscritos e 50 interessados, por exemplo.

O método mais comum de conseguir inscrições de qualidade é oferecendo uma amostra do seu produto ou outro item relacionado em troca dos emails. Ebooks ou whitepapers gratuitos, histórias e conteúdos exclusivos são bons exemplos.

Lembre-se de que a qualidade é mais importante do que a quantidade. Se você oferecesse produtos generalizados, é possível que conseguisse um número muito maior de inscritos, mas eles não seriam pessoas com potencial confirmado para comprar seus ebooks. Logo, são um desperdício de tempo e investimento.

Onde incluir o formulário de inscrição

Existem diversos espaços diferentes onde você pode incluir seu formulário de inscrição. A ideia é aproveitar todas as mídias possíveis e montar uma chamada muito persuasiva, que convença os leitores do ótimo negócio que é se inscrever na sua lista.

Algumas ideias de como divulgar sua lista de emails:

  • Inclua um link para o seu formulário na última página do seu ebook
  • Faça promoções e sorteios de produtos com a inscrição como pré-requisito
  • Inclua o seu formulário e uma solicitação de inscrição no seu site e redes sociais
  • Inclua um link para o seu formulário com uma chamada persuasiva na assinatura dos seus emails

Independentemente de onde você incluir o formulário, é sempre uma boa ideia oferecer algo em retorno, a fim de persuadir os usuários. Por exemplo, você pode fazer com que a chamada do formulário seja “Inscreva-se e ganhe um ebook gratuito!”.

Se você está com dúvidas sobre como produzir o formulário, a resposta dependerá da ferramenta utilizada para enviar os emails, onde ele será criado. O MailChimp, assim como boa parte das ferramentas disponíveis, permite que você personalize o formulário de acordo com as suas necessidades.

Dessa forma, você pode criar um formulário de inscrição totalmente personalizado de acordo com a sua imagem profissional e oferta.

E aí, autor? Já está preparado para botar o email marketing em prática?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *