Como escrever uma sinopse para seu Livro e eBook

Existem alguns fatores essenciais para vender um ebook. Uma boa capa, um nome interessante e até mesmo um precinho amigável, tudo isso faz uma enorme diferença, mas você já parou para pensar no impacto que a sinopse tem sobre o leitor em potencial?

“Synopsis”, vindo do grego, significa uma “visão geral” de algo. É um breve resumo dos conteúdos do livro. No mercado norte-americano, a sinopse é o texto que o autor apresenta a um agente literário quando deseja ser publicado por uma editora. Toda a qualidade do seu livro se torna secundária frente a esse texto minúsculo que é a sinopse. Ela define quem vai e quem fica.

Como estamos falando do Brasil e nosso foco é sempre a autopublicação, a sinopse tem um papel um pouco diferente, mas não menos divisor de águas. Para publicar ebook, você não precisa da aprovação de nenhum agente, basta inscrever-se na Bibliomundi. No entanto, só você pode correr atrás de conquistar os leitores.

E é aí que entra a sinopse no mercado brasileiro: ela é o texto que aparece na descrição de um ebook ou na contra-capa de um livro impresso, com o objetivo de explicar o que o livro oferece de maneira atrativa aos leitores.

Sejamos sinceros, alguns autores independentes só pensam até o ponto A da autopublicação. Em outras palavras, eles querem publicar livro e, tudo bem, escrevem o livro e publicam, mas não se atentam a todas as outras etapas envolvidas nesse processo editorial de uma pessoa só (o autor empreendedor é um faz tudo).

No fim do dia, o livro é um produto, e para produzir algo de qualidade, você deve editar o livro até eliminar todos os erros, não apenas os gramaticais; investir em uma boa capa para ebook; escrever uma ótima sinopse. Do que adianta caprichar no conteúdo se os leitores terão uma péssima impressão inicial ao olhar para a capa e ler a sinopse? Nada. Por isso, vamos às dicas.

A fórmula para escrever uma sinopse de ebook

Antes de mais nada, a sinopse é um texto curto, em geral com apenas um parágrafo. Por isso, ela não deve ser considerada um pedaço do livro, muito menos deve tentar abraçar cada mínimo detalhe do conteúdo. Trata-se de um texto a parte que fala sobre o livro de maneira concisa, concentrando-se apenas no que é mais relevante, sem revelar o desfecho e que transmita o clima do livro.

Uma sinopse literária exige os seguintes elementos:

1.      Protagonistas

Toda narrativa tem personagens. Quem são as personagens principais nesta história? Apresente-a(s) na sinopse, mas mencione apenas quem for absolutamente necessário. Em geral, é possível escrever uma boa sinopse mencionando apenas uma ou duas personagens.

2.      Contexto

O contexto é necessário para que o leitor possa se situar. Isso contribui para que a história se torne mais palpável. Apresente esse contexto: a época e o lugar onde se encontram as personagens no começo e talvez metade da história. Não é necessário oferecer uma localização exata, mas permitir que o leitor imagine um cenário é essencial.

3.      Conflito

O conflito é o centro de quase toda narrativa. É ele que move a história, que tira as personagens do marasmo e as coloca em ação. Conflito é dificuldade, obstáculo, desafio, mudança. Logo, ele é parte indispensável da sinopse. Na estrutura da sinopse, após mencionar protagonistas e contexto, entra o conflito, geralmente precedido pelas palavras “até que”, “mas”, “entretanto”, “porém”.

4.      Esperança

Nem só de conflito vive o livro. Para mostrar ao leitor que sua história supera os obstáculos, é importante oferecer uma possibilidade esperançosa na sinopse. Você não precisa revelar a verdadeira solução para o conflito, até porque, muitas vezes é uma reviravolta no enredo. Mas é preciso oferecer algo aos leitores. Por exemplo, apresentar um aliado ou artefato mágico que promete ajudar o protagonista a vencer o conflito.

5.      Tom

O tom é um elemento um pouco mais complicado de se inserir na sinopse. Não basta descrevê-lo da mesma forma que você fez com os demais. Imagina ler uma sinopse que diz “este livro é engraçado”? Nada disso, o tom deve ser transmitido através da sua escolha de palavras. Por exemplo, se o seu livro é de terror, tente escrever uma sinopse aterrorizante.

Ainda tem dúvidas sobre como escrever uma sinopse?

Sabemos que falar é sempre mais fácil do que fazer, e listar cinco elementos essenciais para uma sinopse literária pode não parecer grande ajuda a princípio. Bem, apresentamos a teoria. Agora é a hora de botar em prática.

Uma dica muito útil é buscar exemplos que sejam semelhantes ao seu livro. Então, se você quer escrever um livro de fantasia infanto-juvenil, procure um livro bem sucedido do mesmo gênero e veja como sua sinopse foi escrita. Observe até que ponto o enredo é descrito, como o tom é transmitido de maneira sutil. Tente reproduzir.

Se você escreve livros de não ficção e está se perguntando como isso tudo se aplica a você, calma. Também podemos ajudar. Obviamente, a não ficção não costuma se alinhar em elementos narrativos, o que quebra a fórmula.

Por outro lado, é comum que os livros de não ficção ofereçam ao leitor uma informação que ele não tinha antes. Nesse caso, a sinopse deve seduzir o leitor com a proposta de acessar informações úteis e inéditas. Mencione os benefícios que essas informações proporcionarão. Deixe o leitor curioso, com gosto de quero mais.

E, assim como nas sinopses literárias, buscar exemplos semelhantes é fundamental. A não ficção é extremamente variada, e em alguns casos até mesmo a fórmula narrativa pode cair bem na sinopse. Por isso, tenha sempre em mente que se manter fiel ao gênero e estilo do seu ebook é a prioridade. O resto é resto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *