Como escrever não ficção

http://bibliomundi.com/blog/por-que-eu-devo-considerar-a-autopublicacao/A não ficção é um dos gêneros mais abrangentes da escrita. Sua única característica universal é apresentar em seu conteúdo aquilo que o autor considera e afirma ser verdade, não uma criação imaginária.

Dessa forma, os temas abordados em livros de não ficção podem ser os mais variados. Desde dicionários, enciclopédias e manuais a obras jornalísticas, de auto-ajuda ou biografias. Por isso, se você pretende escrever um ebook de não ficção, a primeira pergunta que você deve fazer a si mesmo é…

Sou capaz de escrever sobre esse assunto?

Diferente de livros de ficção, cujo processo criativo muitas vezes envolve uma jornada pelo seu imaginário, o gênero em questão exige que o conteúdo de seu ebook seja baseado em fatos ou opiniões bem embasadas.

No geral, espera-se que autores de não ficção sejam especialistas nos assuntos sobre os quais decidem escrever. E, caso esse não seja o seu caso e você queira escrever mesmo assim, é primordial conferir que você ao menos reuniu conteúdo o suficiente para preencher um livro.

Às vezes, temos ideias incríveis para projetos que, quando postas em prática, não rendem mais do que alguns artigos. Apesar do tamanho ideal de um ebook ser menor do que o de um livro impresso, você ainda terá que escrever bastante.

Faça um mapa do seu ebook

A organização é a solução para muitos problemas, inclusive a falta ou excesso de conteúdo. Caso você se encontre na primeira situação, listar todos os tópicos que o seu ebook deveria mencionar pode fazer com que você identifique os pontos que precisa estudar ou pesquisar mais.

Se você tem conteúdo de sobra para escrever, é interessante considerar a possibilidade de fazer uma série de livros. Existem muitas vantagens ao seguir esse caminho. Em primeiro lugar, quanto mais livros você publica, mais você vende. Leitores que gostaram do trabalho de um autor tendem a comprar outras obras dele.

Além disso, publicar diversos livros relacionados a um mesmo tema, mesmo que não façam parte de uma única série, torna você uma autoridade no assunto. Afinal, se alguém sabe tanto sobre algum tema que é capaz de escrever muitos livros de qualidade sobre ele, logo, essa pessoa deve ser um especialista.

Identifique seu público

Não importa o gênero, conhecer seu público é sempre relevante. Isso pode funcionar como uma pesquisa de mercado, permitindo que você prepare expectativas realistas e um plano de marketing eficaz para seu ebook, e também como um guia na maneira de escrever seu livro.

Obras de não ficção, em geral, cumprem algum propósito específico que o autor tinha em mente e que é desejado pelos leitores. Ebooks de auto-ajuda, por exemplo, buscam ajudar o leitor a resolver ou melhorar algum aspecto de suas vidas.

Se você conhece seu público, é possível compreender quais pessoas podem se interessar pelo seu livro e qual linguagem você deve utilizar para se comunicar com elas. Espera-se que um livro de física quântica use vocabulário mais especializado e formal do que um livro de culinária voltado para pessoas jovens que estão aprendendo a cozinhar, por exemplo.

Uma maneira simples de identificar seu público-alvo é pesquisando outros livros de seu nicho em livrarias online. Você pode fazer uma busca avançada, selecionando as categorias e subcategorias nas quais seu ebook se enquadra e, então, observar o perfil dos leitores.

Escolha um título informativo e atraente

Diferente de livros literários, que muitas vezes não refletem o conteúdo de forma autoexplicativa, os títulos de ebooks de não ficção podem ser muito mais direto ao ponto. Por exemplo, é possível incluir uma palavra-chave em seu título. Isto é, uma palavra ou frase que é muito pesquisada por pessoas que querem conteúdo semelhante ao do seu ebook.

Incluir uma palavra-chave no título do seu livro permitirá que pessoas que buscam o conteúdo que você pode oferecer sejam redirecionadas à sua obra ao fazer uma pesquisa, seja em ferramentas de busca ou catálogos de livros.

Por mais literais que sejam títulos de não ficção, não devemos deixar a criatividade e o carisma de lado. Informar seus leitores sobre o conteúdo do seu ebook é importante, mas não mais do que convencê-los de que a leitura será instigante e valerá a pena.

Evite títulos difíceis de memorizar ou pronunciar e, em especial, que possam ofender leitores. Mesmo que pareça uma ideia excelente, capaz de tornar o título único, existe a possibilidade de seus leitores simplesmente não lembrarem de seu livro mesmo que a premissa pareça interessante ou que se sintam constrangidos.

Convença seus leitores

Por fim, lembre-se de que na não ficção não existe o conceito de “supensão da descrença”, no qual os leitores deixam suas crenças pessoais de lado para mergulharem no conteúdo do livro. Seu livro se passa no mesmo mundo em que os leitores vivem, sob as mesmas regras.

Ao se comprometer com a verdade, o conteúdo precisa ser abordado de maneira realista e convincente, que pareça possível para seus leitores e atenda às necessidades deles. Se a proposta do seu ebook é ajudar as pessoas em suas carreiras, você deve oferecer dicas práticas que, ao fim da leitura, causem a sensação de conhecimento adquirido em quem lê.

Você já é um autor experiente de não ficção? Ou essa é a sua primeira tentativa? Compartilhe suas histórias conosco. Acreditamos que todos têm o direito de se expressar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *