Autopublicação e a liberdade criativa

Sabemos que, no mundo editorial, a liberdade criativa costuma ser podada de acordo com as preferências de cada empresa. Os manuscritos precisam ser aceitos para então sofrerem alterações e mais alterações. Há abertura, inclusive, para preconceitos da editora. Divergências ideológicas nem pensar.

Não é necessário lidar com essas complicações. Existe um outro caminho, onde você, autor, pode tomar suas próprias decisões. É a autopublicação.

Se você é leitor de nosso blog e está inscrito na Bibliomundi, certamente você já conhece o universo da autopublicação e possivelmente já até lançou algum livro.

Nosso objetivo hoje é mostrar alguns rumos diferentes que você pode seguir ao tornar-se autor independente. Queremos discutir liberdade criativa.

A liberdade para escrever o que quiser

O primeiro cenário que gostaríamos de ilustrar é simples. Aqui, você tem a liberdade para escrever sobre qualquer assunto que vier a mente sem se preocupar com aprovação.

Você pode ousar.

Isto é, falar sobre temas pouco explorados, escrever livros inovadores, que desafiam os preceitos estabelecidos pelas editoras.

Pode escrever em seu próprio estilo, sem se importar com noções preestabelecidas do que é “bom” ou “ruim”. Sem imitar os outros ou se limitar ao certo e ao errado.

Pode se inspirar em outros autores e escritores à vontade e publicar o livro que você sempre quis ler.

Pode se desprender das normas que aprendeu ao longo dos anos e elaborar em palavras tudo o que você sempre pensou.

Não estamos aqui para ensinar você como devem ser seus ebooks, mas sugerir possibilidades diversas que podem servir de inspiração ou sugestão.

Sua criatividade não deve ter limites.

O timing certo para sua inspiração

Em um viés mais técnico, também é importante falar sobre as possibilidades que a autopublicação permite dentro de um mercado.

O processo tradicional de publicação envolve diferentes equipes e etapas, o que, juntamente ao período de aprovação em si, faz com que o lançamento demore muito tempo.

Essa demora pode prejudicar o timing de seu livro, em especial quando suas ideias se alinham às tendências.

Ser um autor independente muitas vezes significa poder aproveitar as oportunidades que surgem ao seu redor. Um grande evento político, por exemplo, pode servir de inspiração para um ebook excelente e muito atual, que poderia perder o sentido após cinco novos escândalos.

Com o cenário político brasileiro em constante mudança, qualquer publicação que dependesse de dados atualizados sofreria com um lançamento atrasado.

Melhor ainda, com nossa plataforma, além de publicar rapidamente, você também pode atualizar o seu livro e lançar novas edições a qualquer momento.

A possibilidade de testar seu mercado

Os ebooks são um produto, e, idealmente, todo produto deve ser testado antes de seu lançamento oficial. Com a autopublicação de livros digitais, nos deparamos com uma possibilidade diferente de teste de mercado.

Sim, é possível testar o terreno antes de autopublicar sua obra. No entanto, a própria autopublicação pode ser considerada um teste na carreira de um autor independente.

A facilidade de publicação e edição dos livros digitais, assim como os mecanismos de monitoramento de público e vendas, permitem que um autor lance seu primeiro livro, observe os resultados e, com base neles, faça alterações ou invista mais no projeto.

Dessa forma, você, autor, pode aproveitar as tendências do momento ou se aventurar em territórios desconhecidos e, no fim do dia, decidir se vale a pena apostar nesses temas ou não.

Ao testar seu mercado, é importante buscar respostas para diversas questões que podem direcionar a maneira que você escreve e desenvolve suas estratégias de marketing. Por exemplo:

  • Quem é seu público de verdade?
  • Existe algum público-alvo secundário inesperado?
  • A sua estratégia inicial deu certo? O próximo passo é investir ou alterar?
  • Como foi a reação do público ao seu ebook?
  • Onde seus leitores descobriram seu ebook?
  • Houve muitas críticas ou elogios?

Sem se atentar ao feedback dos leitores, o teste de mercado nada vale. O público é a sua fonte de renda. Você deve estar em sintonia com as demandas dele. Por isso, observe suas reações, padrões de comportamento, opiniões. São ingredientes essenciais para a receita do sucesso.

Caso o seu ebook seja um sucesso, você pode considerar algumas possibilidades. Entre elas:

  • Escrever uma continuação ou outros ebooks dentro do mesmo tema
  • Investir em designer e editor profissionais para aumentar a qualidade
  • Fortalecer sua estratégia de marketing e ampliar a visibilidade da obra

Alternativamente, caso o teste de mercado mostre resultados não tão bons, é importante descobrir o que levou ao fracasso e como é possível reverter essa situação. Alguns planos de ação possíveis são:

  • Utilizar o feedback dos leitores para melhorar o conteúdo
  • Mudar a estratégia de marketing para outra mais adequada
  • Lançar uma edição repaginada do ebook

ou

  • Descartar o projeto teste e investir em temas ou livros diferentes

Embora a última opção possa parecer mais radical, talvez ela seja o caminho mais adequado para um autor que não sabe dizer exatamente o que houve de errado na estratégia de lançamento de seu ebook.

“Descartar” também pode significar deixar esse resultado negativo de lado por um tempo e aproveitar o conhecimento e experiência adquiridos nesse teste. Foque em outro projeto e, eventualmente, você poderá decidir se vale a pena dar uma segunda chance para esse ebook.

Toda experiência é válida. Nem todo teste de mercado terminará com sucesso imediato. O objetivo é justamente aprender com seus erros de maneira nítida e eficiente.

A experiência adquirida com seus erros e acertos no mundo da autopublicação levará você ao sucesso.

Aproveite suas possibilidades e seja o best-seller de amanhã.

3 Comentários


  1. Eu escrevo de forma didática, e tenho argumentos próprios, assim como irrefutáveis, mas tenho 2 problemas:
    Primeiro a ortografia, já que eu costumo escrever erado (se eu escrevesse correto escreveria (errado) e não erado.
    E o segundo problema é o fato de que as imagens usadas por mim são lindas, porem foi retirado da Internet

    Responder

  2. Otimo artigo. Sou autora independente, publiquei dois e-books pela editora Amazon. O primeiro já em papel e so agora após um ano da primeira publicação estou saindo para lançamentos presenciais. Tenho dois lançamentos previstos para o próximo dia 15 e outro daqui um mês aproximadamente em cidades diferentes. Gostaria de divulgar os livros com vocês também, e possível? Um abraço
    Regina de Toledo

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *